TCU aprova o modelo de desestatização da Ferrovia Interna do Porto de Santos (Fips)

Por Larissa Fonseca


O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou, em 06/07/2022, o modelo de desestatização da Ferrovia Interna do Porto de Santos (Fips), solicitado no início do ano pelo Santos Port Authority (SPA), empresa estatal que administra o porto do litoral paulista.


O modelo prevê investimentos de no mínimo de R$ 891 milhões pelos próximos cinco anos, de modo a aumentar a capacidade de circulação de mercadorias dentro do porto.


A projeção é que a demanda chegue a 115 milhões de toneladas nos próximos 5 a 10 anos, quando hoje a capacidade ferroviária anual no complexo portuário se limita a 50 milhões de toneladas, além de priorizar a eficiência do sistema.


O próximo passo é a realização de um chamamento público e posterior assinatura de contrato, o que pode ocorrer ainda neste ano.


Fonte: SPA e Agência Brasil

7 visualizações0 comentário