O novo marco da saúde suplementar - a efetividade do Consu

Por Ana Luiza Soares


No último dia 02.09, foi publicada pelo Consu a Resolução nº 01 sobre a transparência que deve ser dada ao consumidor no que se refere aos reajustes aplicados pelos Planos de Saúde.


Os planos coletivos terão agora os seus aumentos obedecendo parâmetros que permitam uma mínima previsibilidade quanto aos serviços contratados, ainda que de forma indireta, por meio de sindicatos, associações e outras entidades de classe para os beneficiários.


Os reajustes dos planos de saúde são relevantes para o equilíbrio econômico dos serviços ora prestados para seus beneficiários, bem como para manter uma rede credenciada adequada, visando um atendimento de excelência a quem adere pelo plano de saúde.


Importante ressaltar as diferentes competências da ANS e do Consu. Enquanto o Consu cria políticas públicas e estabelece diretrizes que levem a excelência da qualidade do atendimento ao beneficiário, a ANS é responsável pela fiscalização efetiva aos planos de saúde comercializados no país.

Link: Novo marco legal da Saúde Suplementar (ampproject.org)


Ficou com dúvidas ou gostaria de maiores informações sobre o tema? Entre em contato conosco para que possamos melhor orientar.


3 visualizações0 comentário