Desestatização do Porto de Santos aprovada pela ANTAQ

Por Larissa Fonseca


No último dia 12 de setembro, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários - ANTAQ aprovou o processo de concessão pública do Porto de Santos. O próximo passo dessa medida será o Ministério da Infraestrutura (Minfra) encaminhar a documentação ao Tribunal de Contas da União (TCU) para as análises necessárias.


O projeto está sendo estruturado prevendo R$ 6,3 bilhões em novos investimentos, divididos entre infraestrutura portuária e a construção de um túnel submerso ligando as cidades de Santos e Guarujá. A ANTAQ estipulou R$ 3.015.367.207,17 como valor mínimo de arrematação.


De acordo com Plano de Desenvolvimento e Zoneamento do Porto de Santos (PDZ), até 2040, há uma perspectiva de crescimento, em relação à 2020, de quase 50% na capacidade total do porto, e de 58% na demanda atendida. Estima-se, ainda, um aumento na movimentação de 45Mton para 86Mton no modal ferroviário e de 73,3Mton para 101Mton, para o mesmo período.

1 visualização0 comentário