Anvisa autoriza o uso da vacina produzida pelo Instituto Butantan em caráter temporário

Por Camila Silva



No último domingo (17), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou, por unanimidade, o uso da vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a China, e da Oxford-AstraZeneca.


O órgão destaca que o que está em avaliação é o uso emergencial de vacinas ainda consideradas experimentais. Diante disso, as vacinas aprovadas serão usadas em caráter temporário, até o recebimento de registro definitivo no país.


Para concluir definitivamente a aprovação da CoronaVac para uso emergencial no Brasil, a Anvisa exigiu a assinatura de termo de compromisso pelo Instituto Butantan. O termo prevê o fornecimento de dados de imunogenicidade, isto é, a quantidade de anticorpos produzida pelo corpo dos voluntários após a injeção.


Caso o termo de compromisso não seja remetido à Anvisa até o dia 28 de fevereiro de 2021, a vacina perderá a autorização para aplicação excepcional.


Ficou com dúvidas ou gostaria de maiores informações sobre o tema? Entre em contato conosco para que possamos melhor orientar.


5 visualizações0 comentário

©️ ️ Copyright 2020 – Vezzi, Lapolla Mesquita Advogados.

  • White Instagram Icon
  • LinkedIn - Círculo Branco